supercrônico

supercrônico
crônicas, contos e poesias

sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Faces do mau humor

Admiro aqueles que acordam assobiando ou já ligam a TV bem alta nos noticiários matinais enquanto se prepara pra sair pro trabalho, digo pelo fato de que muitos quando acordam tem aquela meia hora de reflexão e silêncio, dando passos vagarosos até o banheiro, escovando os dentes em slowmotion, fora aqueles que acordam de mau humor e a cara 'entufada' nos olhando com a cara de que não querer assunto naquele momento. Mas tem aqueles que tem mau humor tanto quando acorda e tanto quando esta próximo da hora de dormir, à flor da pele, que segue as regras do relógio biológico absintosamente, como um celular que se descarrega, como a pilha de um carrinho tromba-tromba que se esvaia de energia trazendo-o mesmo mau humor de quando acorda e esse mesmo mau humor o torna um indivíduo(a) agressivo nas palavras ou nos gestos.
Claro que cabe a nós saber lhe dar com essa situação e não levar tão a sério algumas pessoas que sofrem desse mal, senão seria até desculpas para escapar de algumas situações. Por exemplo: imagina um homem que matasse o vizinho e alegaria ter cometido tal crime pelo simples fato de estar de mau humor consequente por estar com muito sono devido a uma noite mal dormida e ao chegar na delegacia pra depor dormiria na mesa do escrivão, a cadeia certamente teria um pavilhão só para aqueles que sofreriam de insônia ou logo teríamos casas de recuperação, terapias de grupo e afastamento do trabalho à indivíduos que sofrem desse mal.
Pior são aqueles que nos obrigam a aceitar tais 'golpes de ferradura' dizendo que o jeito deste faz parte de sua personalidade e que quem conviver junto terá de se submeter pra não viver em pé de guerra ao invés de reconhecer a própria dificuldade afim de tentar mudar.

Cabe a quem tem esse problema se por no lugar do próximo e se tratar pra que tinha um bom convívio social.

2 comentários:

  1. Verdade amigo, e isso acaba se tornando cada vez mais comum.

    ResponderExcluir
  2. É O QUE MAIS SE ENCONTRA NOS DIAS DE HOJE

    ResponderExcluir